Catasetum – Espécie de Orquídea

Catasetum é um gênero botânico pertencente à família das orquídeas (Orchidaceae). O nome do gênero vem do grego kata, para baixo, e do latim seta, cerdas ou crinas, em referência às duas antenas da coluna de suas flores masculinas, que são voltadas para baixo no interior do labelo.  A literatura científica sobre esta planta é  escassa.

DSC08174 (Small)

Catasetum

A Catasetum é uma orquídea da região de cerrados, considerada de  fácil cultivo. Na natureza é encontrada sobre o troncos das árvores ou coqueiros. Apresenta pseudobulbos robustos. Suas flores, de perfume suave porém  agradável, surgem intercaladas na haste floral mostrando o labelo na tonalidade esverdeada, assim que desabrocha, mas na medida em que envelhece, adquire cor amarelada chegando ao tom  acobreado ou  marrom.

Catasetum Osculatum

Catasetum Osculatum

Catasetum Osculatum

Catasetum Osculatum

Catasetum Osculatum

Catasetum Osculatum

O gênero Catasetum, agrupa mais de cento e setenta espécies, sendo a grande maioria epífitas, é muito raro espécies terrestres ou rupícolas. São  encontradas do México ao norte da Argentina, com o maior concentração de espécies na Amazônia. Cerca de cem espécies existem no Brasil. O Brasil central, “ região de cerrados”, pode ser considerado seu centro de irradiação.

Pela origem do habitat no planalto matogrossense, com duas estações climáticas definidas, uma seca e outra chuvosa, e temperatura média diurna entre 28 a 35º C aprecia boa luminosidade filtrada (50%) ;  à noite boa umidade relativa do ar  e temperatura variando entre 15 a 20º C.

O Início da sua brotação ocorre logo  nas primeiras chuvas da primavera, onde aparecem os brotos dos bulbos novos que irão florescer  em janeiro/feveraeiro/março/até abril… dependendo  apenas da ocorrência das chuvas para o início da brotação…. Após a floração as folhas amarelam e caem, e a planta entra em dormência imediatamente, somente reiniciando o ciclo nas primeiras chuvas da  próxima primavera….

Como fazer mudas desta orquídea.  É muito simples: basta escolher uma planta adulta que contenha vários pseudobulbos em dormência. Ex: uma touceira apresenta dez pseudobulbos adormecidos, desse total pode-se retirar delicadamente com o auxílio de uma faca de ponta, para não danificar a touceira nem os bulbos,  depois é só amarrar os pseudobulbos retirados, um a um, firmemente, sem danificá-los com um barbante ou uma tira de pano de algodão, em outro tronco ou galho de árvore,  que na  época da brotação eles irão brotar e enrraizar fixando-se e originando com o passar dos anos uma nova touceira…
Vale ressaltar que a identificação de espécies de Catasetum pelo aspecto vegetativo das plantas, é quase impossível,  visto serem todas praticamente idênticas. Apenas existe um pequeno detalhe quanto à apresentação do pseudobulbo: em algumas plantas são mais alongados, em outra são curtos e arredondados….

A inflorescência é produzida das gemas dos nós nas laterais dos pseudobulbos, perto da base, racemosa, ereta, curvada ou pendente, em regra apresentando muitas flores quando masculinas e poucas quando femininas.
Apresentam três tipos diferentes de flores, masculinas, femininas e ocasionalmente hermafroditas, comum em hastes separadas, raro na mesma inflorescência. As pétalas e sépalas são inteiramente livres, parecidas, comum curvadas para trás, acanoadas ou coniventes. O labelo é carnoso, séssil, e muito variável nas flores masculinas, geralmente saquiforme nas femininas.

As flores masculinas apresentam formatos muito variáveis, normalmente de coloridos vistosos, ocasionalmente verdes. As flores femininas de quase todas as espécies em regra são verdes e parecidas, de modo que é difícil a identificação de uma espécie pelas flores femininas.

Não se tem certeza sobre o que causa o dimorfismo sexual na floração dos Catasetum, há uma corrente que acredita ser a luz o principal fator para a indução de flores femininas. Já a outra acredita que tanto o estresse hídrico como o estresse térmico são responsáveis pelo aparecimento de flores femininas.

Catasetum Flor Feminina

Catasetum Macrocarpum - Flor Feminina

Outro fato curioso sobre este gênero é a capacidade de reduzir seu metabolismo frente a qualquer ataque de pragas ou variações climáticas, esse processo é comumente chamado de dormência, no qual o Catasetum perde as folhas e reduz a absorção de água e nutrientes, permancendo latente até que as adversidades passem, brotando normalmente logo após. O gênero Catasetum é extremamente adaptável, mas requer umidade constante além de alta quantidade de Nitrogênio,para o seu desenvolvimento

3 comentários em “Catasetum – Espécie de Orquídea”

  1. muito interessante essa orquidea, como todas as orquideas sao lindas e facinantes, cada uma procuro se adapta a sua maneira as condicoes ambientais onde crescer

  2. tenho a orquidea Catesetum Osculatum e pela primeira vez deu a flor feminina Catasetum Macrocarpum – Flor Feminina acredito que dela irá sair sementes. Caso positivo dêem um retorno para saber como devo proceder para cultivá-las. Grata Maria

  3. gente eu amo plantas e tenho vareas espeçies de orquedeas nativa mesmo aqui da minha região

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Grupo AGES de Comunicação - Desenvolvimento e Otimização de Sites.